O que é o programa nacional de imunizações?

Inegavelmente, o Brasil tem um dos maiores programa nacional de imunizações, considerado o mais bem sucedido do mundo e reconhecido internacionalmente pela sua eficácia e alcance. Através do Sistema Único de Saúde (SUS), são disponibilizados 48 tipos de imunobiológicos, incluindo 31 vacinas, 13 soros e 4 imunoglobulinas. 

Sobre o programa nacional de imunizações

Em síntese, o programa nacional de imunizações é uma iniciativa Governo Federal, através do Ministério da Saúde. Foi criado com o objetivo controlar, eliminar e erradicar doenças imunopreveníveis no país. Em primeiro lugar, a ideia de criar o programa surgiu da necessidade de proteger a população de doenças que podem ser evitadas por meio da vacinação. 

Quando foi criado?

O programa nacional de imunizações foi criado em 1975. Desde então, ele tem desempenhado um papel fundamental na promoção da saúde pública, por meio da institucionalização de práticas de imunização e realização de atividades contínuas de vacinação (Lei 6.259 de 30 de outubro de 1975 e Decreto 78.231 de 30 de dezembro de 1976). 

Um episódio importante na criação do programa foi a erradicação da varíola. Através da vacinação em massa da população, foi possível controlar a disseminação da doença e prevenir novos casos. Portanto, a estratégia da vacinação em larga escala foi fundamental para interromper a transmissão do vírus e eliminar a doença. Dessa forma, foi possível promover a imunização especialmente em áreas com difícil acesso aos serviços de saúde. Por fim, em 1980, a varíola foi erradicada, tornando-se a primeira doença infecciosa a ser completamente eliminada através da vacinação. 

E o programa continuou fazendo história…

Após a erradicação da varíola, iniciou-se a primeira campanha nacional de vacinação contra a poliomielite. Em suma, o objetivo era vacinar todas as crianças menores de 5 anos. A campanha nacional contra a poliomielite foi um marco na história da saúde pública brasileira, levando à erradicação da doença no Brasil. 

Em 1986, foi criado o personagem símbolo da erradicação da poliomielite, o Zé Gotinha, iniciativa do Ministério da Saúde em parceria com a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) e Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ). Desde sua criação, o Zé Gotinha se tornou símbolo da campanha de vacinação no Brasil, incentivando e conscientizando a população. Por conseqüencia, o personagem do Zé Gotinha tornou-se popular e hoje é uma figura icônica da saúde pública no país. 

Atualmente o programa nacional de imunização coordena o calendário de vacinação do país, determinando as vacinas que devem ser aplicadas em cada fase da vida, desde a infância até a terceira idade. Além disso, também é responsável por realizar as campanhas de vacinação, com o objetivo de aumentar a cobertura vacinal. Além disso, contempla a eliminação da poliomielite, rubéola, tétano, hepatite B, meningites, febre amarela, caxumba, tuberculose, H1N1, HPV, COVID-19 e dengue. 

Se você é estudante da área da saúde gostou desse conteúdo, clique no link para se tornar membro da nossa plataforma. Lá você terá acesso a diversas vídeo aulas de matérias básicas e clínicas da faculdade, além de workshops e palestras exclusivas.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 

Brasil, Ministério da Saúde.