,

Como funciona o eixo renina-angiotensina-aldosterona?

Muitos estudantes da área da saúde se apavoram quando ouvem falar do eixo renina-angiotensina-aldosterona. Mas calma! Hoje você vai entender como ele funciona! O eixo renina-angiotensina-aldosterona é um sistema complexo e extremamente importante para a regulação do equilíbrio hidroeletrolítico e da pressão arterial. E como esse eixo age para promover esse equilíbrio? Fica até o final pra entender.

Vamos por partes… o que é a renina?

A renina é uma enzima produzida e liberada pelas células justaglomerulares dos rins em resposta a queda da pressão arterial, baixa taxa de filtração glomerular ou baixos níveis de sódio. Ela tem como função converter o angiotensinogênio em angiotensina I.

Quem são angiotensinogênio e angiotensina I?

O angiotensinogênio é uma proteína produzida principalmente pelo fígado e liberada continuamente na corrente sanguínea. Sua disponibilidade é um fator chave para que haja a regulação do eixo renina-angiotensina-aldosterona. A conversão do angiotensinogênio em angiotensina I ocorre pela clivagem (quebra) de um segmento específico do angiotensinogênio pela renina.

E se você está gostando desse conteúdo, aproveite o CURSAU RESUMOS e turbine seus estudos! Está pronto para facilitar sua vida acadêmica? A CURSAU RESUMOS chegou para te ajudar! Acesse agora

Por outro lado, a angiotensina I é uma molécula vasoconstritora fraca que não consegue exercer os feitos esperado sozinha. Por isso, deve ser convertida em angiotensina II pela enzima conversora de angiotensina (ECA), que está presente principalmente nos pneumócitos. A angiotensina II é um potente vasoconstritor que age se ligando a receptores. Como resposta, tem-se o estreitamento dos vasos sanguíneos, e consequentemente, o aumento da pressão arterial. Além disso, a angiotensina II estimula a liberação de aldosterona pelas glândulas adrenais, age nos néfrons aumentando a reabsorção de sódio e cloro, e estimula a secreção de ADH, o hormônio antidiurético responsável por diminuir a excreção de água e eletrólitos. Todas essas ações tem como resultado comum o aumento da pressão arterial.

E qual é o papel da aldosterona?

Por fim, a aldosterona é um hormônio esteroide produzido pelas glândulas adrenais. Sua principal função é regular o equilíbrio de sódio e potássio nos rins. A aldosterona age nos túbulos renais, aumentando a reabsorção de sódio e a excreção de potássio, o que resulta na retenção de água e no aumento da pressão arterial.

a imagem mostra uma esquematização do eixo renina-angiotensina-aldosterona e seus efeitos em diferentes tecidos.

Portanto, o eixo renina-angiotensina-aldosterona desempenha um papel crucial na regulação do equilíbrio hidroeletrolítico e da pressão arterial.

Você estudante da área da saúde, gostou desse conteúdo? Quer ter acesso a diversas vídeo aulas sobre essa e muitas outras matérias? Clique no link e saiba mais.

Referências bibliográficas:

HARRISON-BERNARD, L. M. The renal renin-angiotensin system. Adv Physiol Educ., v.33, n.4, p.270-4, 2009.

WOLF, G. Novel aspects of the renin-angiotensin-aldosterone-system. Front Biosci.,  v.1, n.13, p. 4993-5005, 2008.